Endoterapia

Endoterapia ou injeção no tronco

A endoterapia, também conhecida como injeção no tronco, é uma técnica ou método de tratamento individualizado da vegetação arbórea. Envolve a administração de produtos fitossanitários e nutricionais diretamente no sistema vascular da planta tratada, evitando a dispersão ambiental e garantindo uma dose precisa, sendo a única que garante “Zero Drift”.

Vantagens da Endoterapia

Group 3

Economizando recursos

As técnicas de endoterapia não só conduzem a poupanças significativas de água, combustível e energia, mas também contribuem consideravelmente para a preservação de outros recursos não renováveis.

Vector 1 4

Deriva 0

Sem contaminação do meio ambiente: solo, água, atmosfera. Os tratamentos de endoterapia são totalmente limpos, sem afetar o meio ambiente ou a fauna auxiliar. Garantindo tratamentos Zero Drift.

seguridad 1

Segurança

Os sistemas de endoterapia, sendo sistemas fechados, garantem a ausência de riscos tanto para a saúde do aplicador como para a segurança das pessoas e dos animais domésticos em geral. Esta abordagem fechada minimiza qualquer chance de exposição indesejada.

precision 1 2

Precisão

A endoterapia oferece aporte direto à árvore, por meio do fluxo vascular, das quantidades necessárias para atingir os objetivos de tratamento propostos.

click 1 3

Eficácia

A endoterapia é uma técnica altamente eficaz, com resultados que chegam a 100% de eficiência, mesmo em doenças que normalmente são consideradas incuráveis ​​com técnicas tradicionais como a pulverização.

econoomy 3

Economia

Por se tratarem de técnicas seletivas, só podemos tratar árvores que necessitem, localmente, evitando tratamentos generalizados. Além disso, evitam-se tratamentos repetitivos devido à sua elevada eficácia e persistência ao longo do tempo.

HISTORIA DE LA ENDOTERAPIA scaled 1

História da Endoterapia

Ibn Al Awam (século XIII) foi um “agrônomo” sevilhano que escreveu o tratado Kitab al-Filaha (O Livro da Agricultura). Desaparecida há 6 séculos, no século XVIII voltou a ser impressa e é referência na agricultura mundial. No seu interior fala como, através de uma fenda na base do tronco, foi possível melhorar os frutos e colorir as flores. Infere-se deste texto que era uma prática muito difundida entre os agrônomos da época.

 

​No século XV, Leonardo Da Vinci, ao intuir a arquitetura “tubo” das árvores, também intuiu que substâncias poderiam ser transferidas para os frutos através de fissuras. Desta forma conseguiu envenenar as macieiras com arsénico, que identificou, para evitar o roubo de frutos do seu pomar.